Início > Cidades, Política > Inaugurada a primeira das 22 partes da ciclovia da Ipiranga

Inaugurada a primeira das 22 partes da ciclovia da Ipiranga

Da série “só acredito vendo”.

Não bastasse fazer uma ciclovia no lugar errado, fazendo o ciclista trocar de lado cinco vezes pra ir do Praia de Belas à PUC (quando ficar pronta), tudo pra não atrapalhar a lógica “trânsito é pra carros”, o prefeito de Porto Alegre e, principalmente, candidato à reeleição, José Fortunati, inaugurou a obra, com pompas e circunstâncias, quando pronta apenas uma quadra.

Gente, juro, uma quadra!

Andou de bicicleta, de capacete e tudo (embora na contramão – bem na hora da foto e em cima do desenho da bicicletinha no chão, pra ficar mais escancarado), foto pra imprensa, festa e tal. Todo um escarcéu porque está construindo algumas quadras de algo que deveria ter em 495 km da cidade, segundo o Plano Diretor Cicloviário, de 2009. Mas ok, a política da prefeitura atual não é valorizar o ciclista, isso a gente já sabe. O que ficou mesmo muito feio foi inaugurar 416 metros de uma obra de 9,4 km. A ciclovia inteira vai estar pronta quando tiverem feito 22,6 pedaços como esse. Vai inaugura mais 22 vezes? É como fazer chá de casa nova quando a primeira parede estiver pronta.

Ô Fortunati, era mais digno ter feito a obra um pouquinho antes e ligeiramente mais rápido, pra dar tempo de inaugurar ela toda antes do período eleitoral, né. Assim fica meio na cara, #ficaadica.

  1. 07/05/2012 às 20:59

    Passo pelo trecho diariamente e a qualidade da ciclovia é vergonhosa. Não é força de expressão ou exagero: NENHUM par de guarda-corpos foi justaposto corretamente. Estão todos desalinhados, o que compromete sua eficácia já que, além de fixados no chão, são também fixados um no outro. E o piso é MUITO irregular, foi feito sem o menor cuidado.

    Por que é tão difícil realizar uma obra bem-feita em Porto Alegre? Será a falta de vocação turística da cidade? A PMPA pagou – e certamente não foi pouco – pela obra. Não dava para exigirem um piso liso? Não dava para montarem um curral reto? O pior é que não é privilégio do Fortunati essa má qualidade, pois a III Perimetral tem cerca de 2km no sentido Norte-Sul, entre Cristóvão e Protásio, com um piso similar àqueles sinalizadores de quebra-mola. O dinheiro público, como sempre, mal gasto e mal fiscalizado.

    Ainda sobre a ciclovia, fico pensando no risco que representa para os ciclistas uma vez que o número de carros que caem no Dilúvio está cada vez mais frequente – praticamente um por quinzena. A estrutura da ciclovia não vai impedir que um carro desgovernado caia no riacho, podendo caregar junto os ciclistas que estiverem no caminho.

  2. 07/05/2012 às 21:56

    Essa “inauguração” foi algo tão “sem noção” que uma das primeiras coisas que lembrei foi da Yeda “inaugurando” aquele tronco petrificado no final do (des)governo…

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: