Início > Sociedade > Campanha de Serra deixa o ódio como herança

Campanha de Serra deixa o ódio como herança

Se o conservadorismo se fortalece com a campanha rasteira posta em prática pelo PSDB, o que vemos se aprofundar ainda mais é o ódio, que vem imbutido no preconceito de classe social, de origem, de cor da pele, de sotaque. Ódio gerado pela campanha agressiva e pela imprensa.

O que se viu no Twitter esta semana, as demonstrações de profundo e agressivo preconceito contra os brasileiros do Nordeste e do Norte, pregando até assassinato, envergonharam o resto do país (inclusive o próprio Sudeste, de onde saiu a maioria dos ataques).

Essa minoria paulista agiu movida por um egoísmo que mal consigo explicar. A primeira coisa que fiz ao saber dos casos de preconceito foi me imaginar na pele de um nordestino sendo ofendida por alguém rico, branco, jovem e paulista. Os agressores tinham em sua maioria exatamente esse perfil.

O que lhes falta é a capacidade de se imaginar no lugar do outro. A humanidade.

O singelo fato de que pela primeira vez um governo olhou para o Norte e o Nordeste pensando no seu povo fez com que os votos desse pessoal fossem em massa para Dilma. A diferença maior entre a petista e seu opositor se deu no Nordeste e no Norte. Duas grandes regiões brasileiras antes vistas apenas como lugar de turismo nas belas praias e de gente magra e faminta em um interior distante.

É inegável que a economia pesou muito em boa parte do voto nordestino/nortista. Só que a interpretação de quem não mora por aquelas bandas é equivocada. Falou-se que o governo comprara o voto com benefícios sociais.

Em minha ingenuidade, eu acreditava que serviços sociais eram obrigação, não favor do governo. Que atender sua população e fornecer igualdade de condições não ia além do que mandava a Constituição. E, muito antes dela, o bom senso, o sentimento de fraternidade, de solidariedade, de justiça.

Então, distribuir renda, dar assistência a quem sempre foi mal-tratado não é esmola. E não é errado que os nordestinos e os nortistas tenham votado porque sua condição financeira melhorou. É bonito, até. Porque isso significa que há um projeto político voltado a redistribuir renda. Votar com o bolso, pois, não significa que o voto não seja político.

Essa melhoria na vida do Nordeste gera uma raiva quase desumana. Não se pode dizer que os paulistas ricos perderam dinheiro para os nordestinos pobres ganharem, o que também não seria errado, para fazer justiça. Sabe-se que o governo Lula melhorou a vida de quem tinha pouco, mas que também fez crescer os lucros de quem já tinha muito. Só consigo deduzir que o ódio venha de um despeito fútil de quem quer que os pobres se aproximem no shopping apenas se estiverem uniformizados limpando o chão. De um egoísmo que não admite que a distância, a “superioridade” diminuiu. O poder diminuiu.

Há quem diga que o poder fascina mais que o dinheiro.

A campanha de Serra incentivou esse ódio classista. Incentivou o ódio, aliás, qualquer um. Ao incentivar a extremização dos sentimentos e das atitudes, o PSDB incentivou a agressão, a mentira, o preconceito. O preconceito contra Dilma visava também atingir Lula. O nordestino que fala o que bem entende, às vezes errado. O alvo era ele, a força maior. Pois bem, vemos aí o resultado. Uma agressividade crescente, a distância cada vez maior entre as classes – distância não financeira, mas de visão de mundo, de estruturação das ideias.

Para quem tem esperança de uma sociedade melhor, ela começa por nos vermos todos como iguais em direitos, pouco importa onde more cada um e a cor que ostente na pele. É tudo o que o PSDB demonstra não querer.

Alguns exemplos da agressividade vista na rede social:

Anúncios
  1. 06/11/2010 às 12:15

    Barbaridade…

    Dá um misto de vergonha e revolta.

    Atacando os nordestinos, essas pessoas acabam se descrevendo e sendo elas mesmas a escória da sociedade.

    • Flavio Luiz Velo
      13/12/2010 às 14:16

      O ser humano começa a fica idiota quando se acha melhor que o outro simplesmente porque nasceu em região diferente, é tão ridiculo, que chega a ser animalesca essa ideia de girico, e muitos nem sabe e podem ter o sanguem de descendentes nordestinos, ai quero ver.
      E o pior de tudo é que o ser humaqno se acha dentro da criação de Deus os animais mais racionais, será? acho que nem todos são, uns são menos outros são mais animais que racionais, principalmente quando pensa isso é se isso é pensar, porque pensar para mim seria usar o serebro, e quando se faz idiotices é porque não se usou, ou não usou porque não tinha mesmo.
      A verdade é que todos morreremos e iremos para o mesmo lugar, o cemiterio, seja nordestino, paulista, sulista, todos acabam virando um amontuados de ossos ai acaba a soberba, o orgulho porque viramos todos pó, que é o que somos, mais nada do que isso, e depois disso viveremos aquilo que semeamos aqui, se bom, colheremos coisas bosa na eternidade se maus, colheremos os frutos da maldade.

  2. Mateus
    17/10/2011 às 16:30

    Agora, pergunta a um Paulista ou qualquer outro do sudeste, quem construiu maior parte de São Paulo? fora os paulistas? NÃO!! são vocês vermes racistas que destroem tal terra dos infernos, vocês malditos. até eu que moro em Brasília, sou discriminado chamado de ladrão, porque vivem dizendo que vim do estado dos ladrões, nem no governo trabalho, mas entendo porque vocês são tão malditos ao ponto de se desfazer de todos, vocês são descendentes de nazistas da segunda guerra que fugiram da Europa para escapar da forca pelos soviéticos, Medrosos covardes… Quando vão para o Rio, se acabam nos bailes funks (como se soubessem dançar funk) e depois vão para São Paulo falar mal do funk, falam mal do nordeste mas passam o carnaval lá… poucos paulistas não são preconceituosos, mas quando se vê geralmente e descendente de alguns dos odiados

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: