Início > América Latina, Internacional, Pessoas, Sociedade > Comportamento dos mineiros surpreende positivamente

Comportamento dos mineiros surpreende positivamente

Já que o assunto do momento é o resgate dos mineiros no Chile, vamos a ele. Mas nada de muito pesado, que esse negócio de discutir aborto já está acabando com as nossas forças. Hora de comemorar. Nem falo pelo resgate em si. Ótimo, maravilha que estão todos vivos e bem.

Mas o principal mesmo é que eles passaram dias a fio presos olhando sempre para as mesmas caras. Podiam enjoar um do outro, brigar por bobagem, deixar a convivência pesada se sobrepor à amizade e à necessidade de sobrevivência – física e psicológica – de forma saudável.

Mas não. Eles demonstraram uma força de vontade surpreendente. Positivamente surpreendente. Foram sãos ao não deixar rolar desunião. Foram nobres até. Confesso que eu apostava – não que eu quisesse, mas achava que aconteceria – que as dificuldades se imporiam e gerariam inúmeras desavenças. Ainda mais tendo que cortar aqueles vícios nada saudáveis, mas que geram crises de abstinência e irritação, como o cigarro.

Lá dentro, eles não tinham alternativa. Não podiam se dedicar ao que mais gostavam, não podiam ver quem quisessem. Tinham que fazer o melhor com o que tinham em mãos. E fizeram.

O mais bonito é isso. Eles mostraram organização e força de vontade. Mostraram que há uma luz no fim do túnel – perdão pelo trocadilho infame – e renovaram, pelo menos em mim, uma esperança na humanidade. Uma esperança de que a índole do ser humano é boa. Que é a sociedade que o corrompe, mas que ele é bom. Que ele é solidário, sociável. Que precisa dos outros e entende isso. Que não vive sozinho e que, por isso, tem que conviver com os amigos, irmãos, estranhos, como se fossem parte de si mesmos. Porque são. Não vivo sem o outro, então tenho que tratá-lo bem.

No fundo, é uma atitude egoísta. Ser solidário é um pouco ser egoísta. Mas se pensarmos sempre assim não saímos do impasse. Portanto, é mais negócio simplesmente ser solidário e fazer do mundo um lugar um pouquinho melhor para se viver.

P.S.: Mil perdões pelos trocentos clichês que rechearam esse texto.

Anúncios
  1. 14/10/2010 às 22:58

    Já assistiu a trilogia de documentários “A Batalha do Chile”, Cris (sobre a trajetória até o golpe de Pinochet)? Tb fiquei comovido com o espírito de coletividade que o povo chileno mostra naqueles filmes.

    #Ficaadica: http://bit.ly/cu1CdO

  2. Adriana
    14/10/2010 às 23:30

    Lindo esse texto. Estava pensando o mesmo.
    Mas não pensei no sentido do “bom selvagem”, da boa índole humana. Pensei de forma mais pontual. Que esses mineiros são pessoas especiais. Um oásis de esperança no meio das hostilidades diárias.

    PS: Descobri esse blog ontem e amei. Há tempos não encontrava nada tão bom. Parabéns.

  1. 16/10/2010 às 18:27

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: