Início > Meio Ambiente, Política > O criminoso novo Código Florestal, por Flávio Tavares

O criminoso novo Código Florestal, por Flávio Tavares

Trecho da coluna de Flávio Tavares, na Zero Hora de hoje, 11:

Crime & negócios

A Câmara Federal perpetrou algo ainda mais tresloucado, conduzida pela chamada “bancada ruralista” e sob comando do deputado Aldo Rebelo, do PC do B paulista, relator do projeto de reforma ao Código Florestal! A opinião de cientistas e técnicos não foi ouvida nem prevaleceu o bom senso. Predominou o interesse mesquinho de lucro a curto prazo. Nunca a vida nem o futuro. O deputado-relator sequer se lembrou de que o grande guia do seu partido chamou-se João Amazonas, cujo nome leva automaticamente à floresta.

De que valem os alertas sobre a fragilidade do planeta, sobre a necessidade de preservar rios e florestas para manter a própria vida na Terra? Agora, foram abolidos praticamente todos os obstáculos à devastação contidos no código atual.

Para coroar o crime insano (e talvez insanável), serão perdoadas as multas aplicadas a quem desmatou até julho de 2008, sob pretexto de “regularizar sua situação”. As multas – mais de R$ 8 bilhões – seriam usadas em políticas de reflorestamento. Mais terrível do que isso, porém, é o precedente de que a lei fixe data para legalizar o crime de desmatar!

O delito está em todas as partes. Ou não é crime prestigiar a um criminoso, aplaudi-lo, abraçá-lo como irmão?

Anúncios
  1. Henrique
    18/07/2010 às 14:44

    Eu penso que deve ser difícil para os deputados, senadores,governadores…. saber que o desenvolvimento do país custa muito caro ao meio ambiente. Cada ação feita a favor do meio ambiente compromete(mesmo que minimamente) o desenvolvimento do país, e cada ação a favor do desenvolvimento do país compromete (e muito) o meio ambiente.Está claro que não podemos viver sem nenhum dos dois, ou será que podemos? Resta a nós decidir.

    A propósito,o colunista dessa matéria é Flavio Hailliot Tavares?

  2. Naida Degrazia
    30/04/2011 às 21:49

    Flávio Tavares está mais do que certo! Concordo com ele em gênero, número e grau.
    Já escrevi sobre o esse projeto predatório do Aldo Rebelo, e tive a felicidade de vê-lo publicado na ZH do dia 05/03/11. Mandei outro artigo há uma semana, falando que a proposta do governo, mesmo que um pouquinho melhor que a desse desastroso projeto de lei, ainda assim deixa muito a desejar. O artigo não foi publicado, mas ao menos lavei a alma com o artigo do Flávio Tavares, que certamente foi melhor que a encomenda.
    Um abraço do tamanho deste Brasil castigado, Flávio!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: