Início > Jornalismo, Política > A não-cobertura eleitoral de Zero Hora

A não-cobertura eleitoral de Zero Hora

É quase engraçado. Ontem uma das duas principais candidaturas à Presidência da República deu a largada de sua campanha em Porto Alegre, com um ato para cerca de 5 mil pessoas no Centro. Tudo bem, por decisão editorial, talvez o espaço até pudesse ser dividido com Serra, embora a largada de Dilma fosse muito mais notícia por ter sido aqui. Mas independente do local escolhido por cada um, são eles os postulantes ao principal cargo do país, que mais vai influenciar o destino político do Brasil e as vidas dos brasileiros.

Ao mesmo tempo, as candidaturas estaduais também foram lançadas. A de Tarso, inclusive, junto com Dilma, na “capital dos gaúchos”, como a Zero Hora costuma chamar Porto Alegre. E aliás, sempre que possível, enaltece quando o estado é valorizado de alguma forma por alguém.

Por que agora não? A escolha da manchete do jornal é completamente incompreensível, sobre altos salários no RS. Não é a queda de um avião, nada de absoluta novidade ou que não possa esperar um pouco, de repente aparecer ainda na capa, mas com menos destaque. E a foto principal da capa é de um debate ocorrido na sede da rádio Gaúcha entre os candidatos a governador. Tudo bem, importante, mas não mais que a largada da campanha em seus atos oficiais.

O Correio do Povo e o Jornal do Comércio dedicaram bons espaços na capa para o lançamento das candidaturas, com grande quantidade de fotos, principalmente no Correio. O JC não deu manchete: a escolhida, sobre os negócios da bolsa em junho, até é explicável em função da linha editorial do jornal, voltada para a economia. Ainda assim, não se justifica. E detalhe: a foto é apenas do PT. No Correio, fotos das três candidaturas principais do RS e uma de Dilma. Nada de Serra em nenhuma das duas capas.

Mas o pior não é nem a forma de Zero Hora, mas o conteúdo. Dentro do jornal a coisa degringola de vez. Na matéria relacionada à foto da capa, sobre o debate entre os candidatos do RS, a diferença no tratamento entre os três presentes – Pedro Ruas (PSOL), Tarso Genro (PT) e José Fogaça (PMDB) – é nítido.

Fogaça é sempre positivo, ativo, atuante, só briga quando é preciso brigar, quando a causa é justa. É mostrado como “compenetrado” Tarso é o provocador, o que ficou tentando “constranger” o adversário através de “provocações sutis”. “Já Fogaça nunca demonstrou perfil agressivo ao fazer política”, diz o repórter Paulo Germano. Ou seja, a inércia, a passividade de Fogaça e o fato de o PMDB ser sempre contra e a favor de tudo é mostrado como algo positivo. Ruas, coitado, esse é o brigão, agressivo. A tentativa é de demonstrar que ele não sabe dialogar, não aceita diferenças.

A decisão editorial da quase omissão de fatos relevantes seria estranha, se não fosse nitidamente intencional. Diante das circunstâncias, quanto menos se falar em Dilma, melhor. Aliás, quanto menos se falar em eleições, em política, é sempre melhor para o jornal. Despolitiza, desinforma, tenta fazer pensar menos. Mas que não se enganem, o leitor não deve mais votar pelo que eles estão dizendo em suas páginas.

Anúncios
  1. Daniel Boeira
    07/07/2010 às 21:23

    Aposto numa capa grandiloquente na ZH dfo dia seguinte da visita do Serra ao RS.

  2. 08/07/2010 às 1:42

    A realização de debates entre candidatos é bastante saudável para a democracia. Porém, o direito que as emissoras se concedem de colocar seus ‘especialistas’ a analisarem o debate e interpretarem o comportamento e até as respostas dadas pelos debatedores, para mim é bastante discutível.
    Isto restou claramente comprovado no célebre debate entre Lula e Collor, em 1999, quando, no dia seguinte ao debate, a Globo passou o tempo todo tentando convencer os eleitores de que Lula havia se saído muito mal. Chegou mesmo a afirmar que Collor havia ‘vencido’ o debate. Só faltou pedir: “Votem nele, pelo amor de Deus.”

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: