Início > Comida, Meio Ambiente, Sociedade > Nossa conturbada relação com a comida e o meio ambiente

Nossa conturbada relação com a comida e o meio ambiente

Eis que os dois itens mais fundamentais para a existência do ser humano estão causando preocupação. Água e comida não têm um futuro tão certo e garantido quanto imaginava o senso comum, mas medidas eficientes para reverter o problema ainda estão longe de fazer parte do cotidiano da população mundial.

A comida está ficando cara e ameaça escassear devido ao crescimento da população. Em 2050, prevê-se que já seremos 9 bilhões de pessoas a povoar a crosta terrestre. As necessidades e os hábitos alimentares dessa gente toda, aliados às transformações climáticas por que passa o planeta colocam em xeque nossa (do ser humano e da Terra) capacidade de produzir alimento para todo o mundo.

Ao mesmo tempo, começamos a ver se multiplicar alarmes sobre a finitude da água potável, também sob influência das mudanças no clima combinadas com o desperdício.

Tanto o problema da comida quanto o da água derivam da conturbada relação do homem com o meio ambiente. Incluem-se aí os hábitos alimentares e o descaso com a natureza (geralmente deixamos de considerar que somos parte dela), e acrescentem-se as loucuras do cotidiano, a falta de cuidado com a saúde, o individualismo.

Deste último resulta o desperdício. O raciocínio mais fácil é o de que não preciso economizar água porque pra mim nunca vai faltar. Moro em um país rico em fontes de água e vou morrer antes de ver o problema chegar por aqui. É mais fácil não me preocupar. Me fecho no meu mundinho e esqueço que um dia meus descendentes e tanta gente mais vai sofrer por causa do meu descaso.

A falta de cuidado com a saúde está vinculada à loucura do cotidiano e acaba gerando os péssimos hábitos alimentares, que vão por fim refletir na produção de alimento. Nossa relação com a comida é artificial e distante. Não percebemos o alimento que ingerimos, porque ele vem transformado em algo que nem de longe lembra o original que saiu da terra. Não sentimos mais o gosto da comida. Não valorizamos o sabor natural de uma fruta. Não o conhecemos mais. Já assimilamos o morango sem gosto infestado de agrotóxicos ou o milho geneticamente modificado – maior, mais amarelo, mais calórico e menos saudável e apetitoso. Perdemos por quase todos os lados. Ganhamos em quantidade, mas não temos o prazer da comida e ingerimos produtos artificiais que não fazem bem ao nosso organismo. E a quantidade que “ganhamos” com as modificações genéticas e os agrotóxicos já são logo anuladas pelo desperdício e a má distribuição de alimento no mundo.

Comemos muito por um lado e muito pouco por outro. Nossa sociedade se acostuma cada dia mais com a obesidade – fruto dessa artificialidade do alimento, da comida rápida, da ansiedade – e com a anorexia – que deriva da exigência insana por um padrão esdrúxulo de beleza. Não temos mais a relação natural com o alimento, de comer quando, quanto e o que o corpo pede. Perdemos nossas características instintivas mais elementares.

O resultado disso tudo é a escassez que nos assopra os pés ao nos pegar descobertos. Mas não só. O resultado já sentimos há tempos. Está na falta de saúde, na artificialidade, na relação conturbada com a comida, com o corpo, com o meio ambiente.

About these ads
  1. Jaime Rodrigues
    02/04/2011 às 17:21

    Trata-se aqui de uma ideologia capitalista rasteira dos americanos, inferior aos franceses, por exemplo, e um domínio de mercado da alimentação. Poderia ser diferente, mas as empresas que dominaram não abrem mão do domínio e desta maneira. O Estado e a Sociedade reagem com muita limitação.

  1. No trackbacks yet.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 3.349 outros seguidores

%d bloggers like this: